Conheça as próximas cinco tendências da indústria FoodTech

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A mudança dos hábitos alimentares para regimes mais sustentáveis, a introdução de tecnologia na confeção e uma cadeia de abastecimento cada vez mais local são algumas das tendências traçadas para a indústria FoodTech, que se refere às soluções tecnológicas aplicadas à indústria agroalimentar, no estudo orientado pela Bynd Venture Capital, sociedade gestora de capital de risco, e desenvolvido pelo Venture Capital Club da Universidade Católica Portuguesa.

O setor de Foodtech tem vindo a crescer de forma significativa nos últimos anos, sendo que as perspetivas apontam que irá alcançar os 250 mil milhões de dólares, até 2022, e os 340 mil milhões de dólares, até 2027.

As empresas e projetos envolvidos utilizam tecnologias, como a Internet das Coisas (IoT), Big Data e Inteligência Artificial, para tornar a indústria alimentar mais moderna, sustentável e eficiente em todas as suas fases, desde a produção dos alimentos até à distribuição e consumo.

O relatório destaca a sustentabilidade e a dificuldade em beneficiar da inovação tecnológica como alguns dos principais desafios da indústria agroalimentar, e é, neste sentido, que surge a oportunidade para a FoodTech.

Assim, a Bynd Venture Capital e o Venture Capital Club da Universidade Católica Portuguesa apresentam algumas das tendências que irão marcar os próximos anos, que podem ser agregadas em cinco macrotemas:

  • 1. Produção e distribuição: Muitos são os serviços e tecnologias que visam otimizar a primeira fase da cadeia de valor da indústria agroalimentar, tornando-a mais eficiente e sustentável. Neste contexto, as aplicações para a agricultura inteligente, que permitem a monitorização das condições climáticas, a automatização das estufas, a gestão das culturas, a monitorização e gestão do gado, a agricultura de precisão, entre outras, estão a reformatar a indústria. Além da gestão agrícola, importa também mencionar que as mudanças nos padrões de consumo estão a alterar o panorama.

  • 2. A alimentação do futuro: A crescente procura por novos regimes alimentares cria novas oportunidades e desafios ao setor. No âmbito da transformação dos alimentos, destaca-se o recurso a métodos de bioprocessamento para produzir nutrientes, bem como a melhoria química para apoiar os agricultores e a biodiversidade. Neste sentido, as empresas do setor alimentar devem alavancar tecnologias como a automação e a robótica para melhor compreender estes ingredientes e o seu impacto na saúde humana.

  • 3. Utilização de tecnologia na confeção: A par de melhorias tecnológicas, novos equipamentos de cozinha inteligentes e dispositivos que ajudam os restaurantes a gerir melhor os seus negócios estão continuamente a emergir. Alguns dos exemplos mais proeminentes incluem assistentes de voz, chefes robot e sistemas de encomendas automáticas.

  • 4. Uma cadeia de abastecimento cada vez mais curta: A cadeia de abastecimento tem, também, sofrido alterações conforme se vão alterando as necessidades do consumidor. A crescente procura pela entrega de refeições prontas, muito impulsionada pela falta de tempo para cozinhar no ritmo da sociedade de hoje, tem potenciado a criação de startups que oferecem uma solução completa, da preparação à entrega, diretamente aos seus clientes.

  • 5. Segurança alimentar: Com os consumidores cada vez mais conscientes do seu consumo, a digitalização das cadeias de abastecimento e, por conseguinte, a possibilidade de rastreabilidade dos produtos ajudam-nos a conhecer a origem dos produtos que consumem. Neste sentido, e muito por consequência da pandemia, o futuro será a geração de dados desde a produção até ao prato. Espera-se que, além da segurança alimentar e dos métodos de produção, seja cada vez mais necessária a disponibilização de informação clara e transparente sobre a qualidade dos alimentos, incluindo aroma, sabor e benefícios nutricionais.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba