eBay e Viagogo acabam de anunciar um acordo para a compra do portal de bilhetes StubHub, pelo valor exorbitante de 4,05 biliões de dólares (cerca de 3.650 milhões de euros), de acordo com uma declaração conjunta. Espera-se que o negócio seja fechado até o final do primeiro trimestre de 2020, sujeito à aprovação regulatória e às condições normais de fecho.

«Acreditamos que esta transação é um grande resultado e maximiza o valor a longo prazo para os acionistas do eBay«, disse Scott Schenkel, CEO interino do eBay Inc. «Nos últimos meses, a equipa de liderança e o Conselho de Administração do eBay estiveram envolvidos numa revisão abrangente das nossas estratégias e portfólio atuais, e concluímos que este era o melhor caminho para o eBay e StubHub. Acreditamos firmemente nos negócios da StubHub e estamos entusiasmados com seu potencial de crescimento futuro com a Viagogo como proprietária».

A Viagogo é atualmente a líder mundial em vendas de ingressos para desportos, música e entretenimento, e a StubHub é uma das principais empresas dos Estados Unidos. Combinados, esses mercados complementares venderão centenas de milhares de ingressos diariamente em mais de 70 países, dando aos fãs acesso a uma seleção mais ampla de inventário em todo o mundo, enquanto vendedores, equipas e artistas terão a capacidade de alcançar mais efetivamente um mercado global mais amplo.

«Há muito tempo que desejo unir as duas empresas. Estou muito orgulhoso de como o StubHub cresceu ao longo dos anos e entusiasmado com as possibilidades para o nosso futuro comum» diz Eric Baker, Fundador e CEO da Viagogo, também co-fundou a StubHub enquanto estava na escola de negócios, mas saiu antes do negócio ser vendido ao eBay por $310 milhões em 2007.

«Unir a StubHub e a viagogo em conjunto irá permitir-nos impulsionar uma maior expansão e inovação, e criar uma oferta mais competitiva para os fãs de eventos ao vivo em todo o mundo» ressalta Sukhinder Singh Cassidy, Presidente do StubHub.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram