A geração Z, também conhecida como iGen ou Centennials, é possivelmente a geração mais importante para o futuro do retalho. Em 2026, a maioria dos Gen Zers alcançará a idade adulta, e o seu poder de compra alcançará novas alturas. Os retalhistas e as marcas devem começar a construir relacionamentos com esta geração agora para garantir o seu sucesso nos próximos anos.

Os nascidos entre 1996 e 2010 pertencem a esta geração. Muitos estudos indicam que o seu comportamento difere do das gerações anteriores, e compreender as suas características e preferências é um ponto essencial para capturar a sua atenção e o seu dinheiro.

Embora as gerações anteriores se tenham acostumado a usar a Internet, os Gen Zers são os primeiros consumidores a crescerem completamente na era digital. Eles são utilizadores de Internet intensos e experientes em tecnologia e a sua principal prioridade são os telemóveis. Mas talvez, o mais importante é que têm altas exigências sobre como e onde passam o seu tempo online.

Os Retalhistas e as marcas – que há mais de uma década tentam alcançar os interesses e hábitos dos millennials depois de ignorá-los por muito tempo – devem aproveitar a tendência da Geração Z em todos os momentos e garantir que atendem às exigências e expectativas digitais que esta geração procura.

Um novo relatório da Business Insider Intelligence explora os atuais hábitos de compra desta geração, tanto online como na loja física, bem como a forma como estes hábitos podem evoluir ao longo do tempo.

Alguns pontos-chave do relatório estão resumidos abaixo:

  • Os Gen Zers são jovens e de momento só começaram a desenvolver as suas bases como consumidores, mas já são uma geração extremamente valiosa para os retalhistas e as marcas.
  • A Gen Z atualmente gosta de fazer compras em lojas físicas, mas os retalhistas terão que capitalizar os interesses desta geração em inovações de retail e na sua experiência digital para que continuem a comprar nas suas lojas quando se tornarem adultos.
  • Estes jovens consumidores têm maiores expectativas em termos de experiências de compra online do que qualquer outra geração antes deles. A maioria não usará sites e apps de carregamento lento ou aqueles que são difíceis de navegar.
  • É mais provável que a qualidade seja um fator de fidelidade para a Gen Z, e será também a característica que os motiva a concluir uma compra. Um retalhista ou marca que tente conectar-se à Gen Z deveria encontrar uma imagem de qualidade que se conecte com a geração mais jovem.

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram