Google analisa o impacto da Inteligência Artificial no campo da medicina

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A pandemia do coronavírus levou muitos hospitais ao limite. Portanto, são muitas as pessoas que concentram os seus esforços a desenvolver ferramentas com Inteligência Artificial (AI) que possibilitem fazer a triagem dos pacientes.

 O Google realizou um estudo para perceber de que forma é que a IA se está a desenvolver nestes ambientes, porque não é o mesmo que trabalhar em laboratórios controlados ou em centros médicos. A conclusão do estudo foi que a IA pode piorar as coisas se não for bem adaptada às condições clínicas.

Para vender estes produtos com IA na Europa, é preciso criar uma marca CE; enquanto nos Estados Unidos seria a marca da FDA. Estes requisitos têm como foco a precisão, não a melhoria dos resultados do paciente. Por esta razão, Emma Beede, investigadora da experiência da Google Healh afirma que: “É importante estudar e incorporar avaliações da vida real na clínica e envolvermo-nos de maneira significativa com os médicos e pacientes, antes de implementar qualquer tecnologia.” Com isto, quer-nos lembrar que a maioria os produtos quando são vendidos ainda não foram testados a cem por cento numa experiência real.

A Tailândia e o caso da Retinopatia Diabética

Através desta análise quiseram reflectir sobre a rapidez com que a Inteligência Artificial é aceite, em alguns casos, sem ter em conta que o ecossistema em que são criadas estas ferramentas não tem nenhuma semelhança com os locais onde elas são posteriormente implementadas.

 

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Lengua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
gdpr logdate ok:
Please don't insert text in the box below!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba