Num dia sem precedentes, apoiantes de Donal Trump invadiram o Capitólio. Algumas redes sociais, como Twitter ou Facebook, tomaram a iniciativa de bloquear as contas do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Em primeiro lugar, o Twitter apagou três mensagens explicando que havia risco de violência.

 «Como resultado da situação violenta sem precedentes e contínua em Washington, exigimos a remoção de três tweets que foram postados na conta @realDonaldTrump por violações graves e repetidas de nossa política de Integridade Cívica.»


Depois disto decidiram suspender a conta por doze horas. Embora tenham apontado que se ele continuasse a quebrar as regras, poderiam desativar a sua conta para sempre.

Por outro lado, o Facebook e o Instagram também começaram a remover as mensagens postadas por Trump. Nessas mensagens, continuou a falar sobre a fraude eleitoral e destacou que o que se viveu ontem nos Estados Unidos foi um dia para lembrar.

Assim, decidiram bloquear a conta por um período de 24 horas. “Nós eliminamos porque acreditamos que contribuímos para reduzir o risco de violência”, disse Guy Rosen, vice-presidente de Integridade do Facebook. Além disso, insistiram que retirarão qualquer post do utilizador que incentive esta revolta.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram