A Mango está a celebrar o 20º aniversário do lançamento do seu canal online com o objetivo de atingir 1 bilião de euros de volume de negócios online até 2021.

A empresa, que foi uma das primeiras empresas do setor retalhista da moda a lançar o seu comércio eletrónico em 2000, está a atingir números recorde de vendas online. Desde o início do ano até outubro deste ano, o volume de negócios online já ultrapassou o alcançado em 2019.

Segundo Elena Carasso, Diretora de Online e Cliente da Mango, «atingir mil milhões de euros é algo que não poderíamos ter imaginado quando lançámos o nosso comércio eletrónico em 2000. É um objetivo enormemente ambicioso, mas vamos colocar todo o nosso esforço e entusiasmo em alcançá-lo. Temos uma grande equipa de profissionais e estou convencida de que o conseguiremos.»

Comércio eletrónico durante o COVID-19

O grupo têxtil espera fechar o ano com cerca de 800 milhões de euros em produtos digitais, embora «seja difícil de prever, porque ainda existem os dois meses com mais operações do ano», disse Carasso.

Este aumento nas vendas online deve-se em parte aos quase 3 milhões de novos clientes digitais, 900.000 dos quais foram adicionados durante os meses de confinamento, nos quais a faturação cresceu mais de 50%.

A fim de reforçar o seu comércio eletrónico, a Mango tem levado a cabo diferentes iniciativas nos últimos meses. Entre eles, destaca-se o movimento de mais de 200.000 peças de vestuário do canal físico para o canal online para aumentar a disponibilidade das peças de vestuário.

Ao mesmo tempo, a empresa investiu fortemente no marketing digital, tendo-o aumentado em mais de 30% até agora este ano. A Mango também otimizou as comunicações com os clientes na sua base de dados, adaptando-a ao perfil de cada um.

Novos projetos

Para atingir os objetivos estabelecidos e continuar a ser líder no desenvolvimento do negócio online, a Mango está a trabalhar num grande número de projetos, entre eles:

  • Hiper customização da experiência: o objetivo é conseguir uma maior relevância da marca através da adaptação da viagem do cliente de acordo com os seus interesses e preferências. Esta hiper customização começa desde a fase de sensibilização até à fase de fidelidade, e inclui todos os pontos de contacto: recrutamento, comunicações diretas através de diferentes suportes, navegação em plataformas digitais, bem como a experiência de compra na loja física;
  • Utilização de novas tecnologias baseadas em inteligência artificial para melhorar o serviço pós-venda: Do mesmo modo, a empresa está a trabalhar no desenvolvimento de ferramentas de auto-serviço e automação que aceleram qualquer gestão que os clientes possam querer efectuar em relação a uma transação e, desta forma, aumentar a sua satisfação;
  • Inclusão da Omnicanalidade no Franchising: A Mango está a trabalhar na inclusão das suas franquias nas operações online desenvolvendo diferentes níveis de integração, oferecendo assim serviços omnicanais que melhoram a experiência do cliente. O âmbito varia desde a participação na faturação online na área de influência de uma loja, até operações com o stock físico da loja (como o serviço click&collect) ou integração total. A integração total consiste em delegar operações online aos franqueados em mercados distantes onde são o único operador do parque físico da loja.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram