Marcas investem cada vez mais em estratégias publicitárias

As marcas sempre tiveram que planear como e onde gastam os seus orçamentos publicitários, mas o surto de COVID-19 levou certas categorias a experimentar um momento particularmente estratégico para capturar clientes. Que sectores e meios de comunicação serão fundamentais? A análise de hoje inclui algumas surpresas.

Os dados recolhidos pela empresa de software de inteligência publicitária MediaRadar mostram a rapidez com que algumas indústrias deram a volta às suas campanhas de marketing nos Estados Unidos. Estes incluem, por exemplo, os fabricantes de cereais, cujos gastos com publicidade dispararam 13% entre Fevereiro e Março. Outra categoria são os produtos de higiene e cuidados com a pele, que investiram, cerca de 10,6 milhões de dólares, um aumento de 38% mês a mês.

Embora haja uma explicação de senso comum para algumas dessas flutuações, há outras categorias que nos surpreenderam. Por exemplo, o nível de investimento das empresas de brinquedos nas semanas seguintes ao início da pandemia ultrapassou o que normalmente seria visto durante os períodos de férias, segundo o CEO da MediaRadar, Todd Krizelman. Isto é um salto de 2,5 vezes mais do que o normal, para um total de 7,1 milhões de dólares em Março.

Outra surpresa é como os gastos na categoria de óculos com receita médica ou educação online têm crescido. De acordo com a MediaRadar, o investimento publicitário no sector da educação online em Março e Abril triplicou e, em alguns casos, excedeu o total de gastos em 2019.

Oportunidades perecíveis VS não perecíveis

Relativamente a se é ou não um bom momento para investir em marketing, devem ser destacadas as oportunidades que este gere. As marcas que geram «oportunidades perecíveis», ou seja, oportunidades limitadas, como a pizza, devem ser oportunistas e tirar partido das circunstâncias recentes. No entanto, para aqueles que vendem «oportunidades não perecíveis», como um fabricante de automóveis, você deve esperar um forte ressalto nos gastos com publicidade.

«Se eu tiver os meios e a necessidade de comprar um veículo, vou comprá-lo quando puder sair, ir à concessionária e fazer uma compra», explica a mídia acima mencionada. «Parte da demanda do consumidor pode ser limitada agora, mas se tornará mais aguda à medida que mais consumidores retornarem ao mercado», diz.

Um novo cocktail de sucesso de marketing

Conforme o desenvolvimento da recuperação económica, as marcas não só terão de pensar se os seus níveis de gastos em publicidade mudam, mas também como moldam o marketing mix.

Especialistas indicam que o vídeo online continuará a ser uma alta prioridade para muitas marcas, mas o contexto sem precedentes em que estamos inseridos irá reabrir a porta para muitas estratégias de marketing convencionais.

Três fatores devem ser levados em conta para prever este verão: o fecho das fronteiras, a suspensão de muitas atividades de verão e a queda esperada de combustível em comparação com outros verões. Isto significa que, muitas famílias vão decidir passar o verão dentro das suas fronteiras e possivelmente deslocar-se-ião de carro para que haja um suporte tradicional que crescerá como espuma neste verão: os cartazes publicitários.

O marketing digital continuará a ser fulcral para as estratégias empresariais, mas «se continuarmos com uma recuperação lenta e constante, podemos esperar que os anúncios de vendas tradicionais ressurjam para a época de férias».

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Deixe um comentário

Tu dirección de Email no será publicada.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Ir arriba