Microsoft defende projeto lei australiano que pretende obrigar plataformas de tecnologia a pagar por notícias

À semelhança do que está a acontecer na Austrália, a polémica chega agora aos EUA e à Europa. A Microsoft defende o controverso projeto lei australiano que pretende obrigar plataformas de tecnologia, como a Google e o Facebook, a pagarem para exibir notícias provenientes de meios de comunicação social. Tanto que a companhia acredita que os EUA deveriam copiar a proposta da Austrália, assim como fará a União Europeia.

O governo australiano anunciou a legislação em dezembro de 2020, após uma investigação ter determinado que as gigantes da tecnologia detêm muito poder de mercado na indústria da comunicação social, uma situação que representa uma ameaça para o bom funcionamento da democracia.

Na altura, o governo Trump opôs-se à proposta, porém, o atual governo de Joe Biden deve reconsiderar.

Embora a lei australiana não se aplique inicialmente à Microsoft, a empresa afirma estar preparada para cumprir as obrigações da nova lei e dividir a receita de acordo com as mesmas medidas propostas às organizações noticiosas.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top