A «crise do coronavirus» afecta o Mobile World Congress. Apesar dos vários relatórios indicarem que o Mobile World Congress 2020 não estava em perigo, por fim os organizadores anunciaram o cancelamento do evento. Isto foi anunciado num comunicado de imprensa no final da tarde de ontem.

Desde que a OMS anunciou que o coronavírus era uma emergência de saúde global, cada vez mais empresas decidiram não participar no Mobile World Congress 2020. Até ao dia de ontem, foram confirmadas 18 desistências de tecnologias em todo o mundo.

As quedas de gigantes europeus como Deutsche Telekom, Vodafone e British Telecom deixaram ontem os organizadores muito comovidos e não viram outra opção senão fechar o maior congresso do mundo mobile.

John Hoffman, o chefe da GSMA, esclareceu na declaração que os anfitriões «respeitam e compreendem esta decisão» e que a organização continuará a trabalhar na celebração do Mobile 2021 e nas futuras edições em Barcelona.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram