O mundo está a mudar e a tecnologia RPA está a ter um grande impacto nas operações das empresas de logística. Estas entidades procuram a máxima eficiência no desenvolvimento das suas actividades, precisam de ser competitivas e satisfazer as expectativas dos clientes que exigem respostas imediatas.

Estes são objectivos que podem ser alcançados graças às funcionalidades proporcionadas pela automatização de processos, razão pela qual cada vez mais empresas deste tipo decidem optar por soluções tecnológicas que lhes permitem simplificar tarefas, eliminar erros, acelerar procedimentos e reduzir custos.

De acordo com as previsões da McKinsey, as empresas de logística devem completar a sua transformação digital até 2025, para não perderem a sua visibilidade no mercado.

A tecnologia RPA (Robotic Process Automation) é uma aplicação de software capaz de emular a interacção humana numa série de actividades, tais como aceder a sistemas, descarregar ficheiros, recuperar informação, processar encomendas e pagamentos, monitorizar remessas ou controlar os níveis de inventário de mercadorias, por exemplo.

Em combinação com a Inteligência Artificial e outras tecnologias, estas organizações podem automatizar uma elevada percentagem de tarefas de back e front office, tais como gestão de armazéns, controlo de stocks, seguimento de encomendas, optimização da cadeia de abastecimento ou gestão de compras, entre outras.

Tudo isto tem consequências muito positivas para estas empresas, pois não só conseguem acelerar os seus processos, como também reduzir os custos e aumentar a sua produtividade. Esta é uma abordagem Quick Win, ou seja, fazem um investimento razoável em tecnologia RPA e obtêm rapidamente resultados valiosos.

Que benefícios a tecnologia RPA oferece à logística?

A tecnologia RPA oferece enormes benefícios à logística, permitindo-lhes eliminar muitos dos estrangulamentos que são gerados nos diferentes processos que desenvolvem, processos que requerem tempo e esforço e que, até agora, eram realizados manualmente.

A logística aparece como uma das áreas com mais potencial para a implementação de robôs de software. Actividades tais como atribuição de encomendas aos operadores; actualização de datas e controlo de encomendas; programação e acompanhamento de envios; impressão de peças de armazém; contagem de ruas; registo de armazéns externos; facturação e impressão de pdfs; planeamento da produção; acompanhamento de incidentes; controlo de stocks; criação de relatórios de dívidas vencidas ou lançamento de ordens de produção são alguns dos processos que podem ser automatizados na área logística.

Como podemos ver, a implantação de um parque de robôs de software significa a optimização de muitas operações que este tipo de empresa realiza todos os dias, tais como:

  • Rastreio e estado do envio: A tecnologia RPA permite-lhe monitorizar o estado do envio e notificar as horas de recolha, bem como avisar de incidentes e criar prova electrónica de entrega.
  • Optimização da cadeia de abastecimento: o software segue o ciclo de vida dos contratos e assegura a conformidade com os processos definidos na estratégia.
  • Controlo de stock: permite automatizar o stock, rastrear os produtos e controlar o inventário, enviando um relatório detalhado por categoria de produto aos requerentes.
  • Gestão de armazéns: é possível activar alertas em diferentes operações, tais como recepção ou preparação de encomendas. Além disso, pode ser sincronizado com outras aplicações dentro do armazém ou com sistemas de produção mais complexos
  • Gestão de compras: é possível executar ordens de compra através de critérios automatizados tais como preço, quantidade ou periodicidade de uma compra.
  • Estatísticas de vendas: fornece auditorias completas com informação em tempo real para maximizar as oportunidades de vendas.
  • Gestão de fornecedores: cria canais de ligação entre as aplicações dos fornecedores e as suas próprias aplicações, sem ter de modificar os sistemas ou procedimentos existentes.
  • Contabilidade-Finança: melhora a eficiência e precisão, racionalizando os fluxos de trabalho, eliminando erros e reduzindo custos.
  • Planeamento da oferta e da procura: Com base em regras específicas pré-definidas, os robôs de software analisam automaticamente dados históricos de vendas ou indicadores de mercado para prever a oferta e a procura futuras. Desta forma, pode ser mantido um stock de segurança adequado.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram