Daqui a 5 anos, os mercados de e-commerce irão representar 65% das vendas online transfronteiriças na Europa.

Não devia ser um grande espanto dado que, atualmente, a Amazon já possui controlo sobre um quarto do mercado do e-commerce europeu.


Quanto é que o mercado de e-commerce europeu faturou em 2019?

Sem contar com booking de viagens, o mercado de e-commerce europeu contou no ano de 2019 com um valor de faturação de cerca de 143 biliões de euros.

Uma grande fatia de tal faturação deve-se à Amazon que faturou 32 biliões de euros na Europa, com um aumento de 18,5% face a 2018.

O segundo lugar do pódio vai para a Ebay com uma faturação de 17 biliões de euros, seguido da medalha de bronze entregue ao Alibaba Group.

O que nos diz o Relatório de Região de e-commerce: Europa 2020?

O estudo analisou 34 países com factos, números, entrevistas a especialistas do setor e estudos de caso sobre, por exemplo, Brexit e COVID-19.

O que é que o relatório inclui?

  • Comentários de Ecommerce Europe e Eurocommerce sobre associações de e-commerce e de retalho da Europa;
  • Visão geral do mercado europeu online B2C (34 países);
  • Classificações de países em índices importantes de logística de e-commerce;
  • Páginas de dados do país com tabelas e gráficos detalhados;
  • Perguntas e respostas a 27 associações nacionais de especialistas em e-commerce em toda a Europa;
  • Estudo de caso de perguntas e respostas com os principais especialistas em e-commerce europeu: Corsearch, Holland International Distribution Council e Revolte Studios;
  • Perspetivas de parceiros: Asendia, ChannelAdvisor, Vtex e PFS;
  • Estudos de caso: Brexit, Covid-19 e M-Commerce.

Relatório de comércio eletrônico da Europa 2020

O relatório concluiu que:

  • A Europa possui alguns dos mercados de e-commerce mais maduros do mundo (exemplo da França e Reino Unido);
  • O mercado de e-commerce é mais desenvolvido na Europa Ocidental (região responsável por 70% do valor total de e-commerce na Europa);
  • Europa Ocidental possui a maior parcela de clientes online (83%);
  • A Europa tem um elevado nível de conexão entre países (por exemplo, a nível de política comercial);
  • COVID-19 colocou uma enorme pressão logística no e-commerce europeu;

E o futuro do mercado de e-commerce europeu?

Em 2025 espera-se uma faturação de 50 biliões de euros por parte da Amazon.

O futuro do mercado de e-commerce, não só europeu, mas mundial, ficará à mercê da inteligência artificial dado que esta permitirá prever comportamentos de consumo, pesquisas e estudos de mercado mais eficientes e desenvolvimento de novos serviços ou ferramentas de apoio ao consumidor. Serão várias as possibilidades de compra, de pagamento e de circulação no mercado.

Apesar dos retrocessos económicos provenientes devido à pandemia que vivemos, o online teve uma grande evolução ao nível do online porque se teve de adaptar ao contexto que vivemos na atualidade. Agora temos de aguardar pelo que o futuro nos irá proporcional, numa direção cada vez mais focada no digital.

Curiosidade

Sabias que estas são as as 10 maiores plataformas transfronteiriças da Europa atualmente?

  1. Amazon
  2. eBay
  3. AliExpress (Grupo Alibaba)
  4. Etsy
  5. Discogs
  6. Desejo
  7. Vinted
  8. G2A
  9. Farfetch
  10. Bandcamp

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram