O estudo europeu realizado pelo PayPal, em parceria com a Ipsos durante a crise, revelou um importante ponto de viragem nos hábitos de compra em Portugal – em particular, a solidariedade e o espírito local.

Pequenas empresas e empresas locais:

Os dados mostram que 27% dos consumidores, começaram a fazer mais vezes compras em pequenas empresas do que nas grandes lojas.


Os idosos foram os que prestaram maior apoio às empresas locais:

  • 89% das pessoas com mais de 65 anos acreditam que o apoio à economia local é essencial
  • 63% dizem sentir-se responsáveis por apoiar as empresas na sua área

Com o desconfinamente, estes valores não sofreram grandes alterações com 75% dos inquiridos a afirmarem que vão comprar mais produtos locais e regionais.

Pagamentos contactless

O confinamento obrigou as empresas e os consumidores a favorecessem os pagamentos sem contacto, em que 62% dos inquiridos usaram cartões e 47% optou pelos pagamentos online.

  • 67% estão dispostos a experimentar novas formas de pagamento nas suas lojas favoritas
  • 62% dos inquiridos preferem usar métodos de pagamento contactless para evitar a introdução do pin

Solidariedade: Doações online aumentaram

De acordo com a informação obtida, os pagamentos online e a solidariedade saíram vitoriosos da crise. O abrandamento do confinamento levou a um aumento significativo de ações solidárias.

  • 69% dos consumidores afirmam ter escolhido este método de pagamento para enviar dinheiro aos seus familiares (familiares e amigos)
  • 72% dos inquiridos preferem agora fazer doações online

«Estamos numa situação sem precedentes que mudou radicalmente a forma como vivemos, trabalhamos e consumimos. Orgulhamo-nos da forma como a nossa comunidade PayPal se uniu para proteger e apoiar uns aos outros, e de como conseguimos aproveitar a nossa tecnologia para ajudar os nossos consumidores e comerciantes a superar este desafio. Os comerciantes têm usado a sua criatividade e generosidade para continuar a servir os seus clientes e permitir-lhes pagar com tranquilidade», afirmou Miguel Fernandes, Diretor de Negócios do PayPal em Portugal.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram