Os americanos voltaram a quebrar um novo recorde de compras online na Black Friday, com um gasto de mais de 7.400 milhões de dólares, de acordo com dados divulgados pelo site da Adobe Digital Insights. Trata-se de um crescimento de 19,26% em relação a 2018.

«Com a aproximação do Natal, mais e mais consumidores preferem ficar no telefone do que ficar na fila«, explica Taylor Schreiner, chefe da Adobe Digital Insights.

De acordo com esta fonte, às 10 horas da manhã de sexta-feira, horário de Nova York (15:00 GMT), o valor das compras pela Internet atingiu 767 milhões (19,2% a mais que no ano passado). Um número que subiu para 5.000 milhões de dólares (23 % mais do que em 2018) às 20:00 horas em Nova Iorque e no final do dia era de 7.400 milhões.

No total e de acordo com as previsões da Adobe, a febre do consumidor «CyberWeek» (que inclui o Dia de Ação de Graças nos EUA) deixará um volume de negócios de 29.000 milhões.

O sector de retalho norte-americano estima que, para toda a época natalícia, que abrange Novembro e Dezembro, os gastos aumentarão em média cerca de 4% em relação ao período homólogo de 2018. Este valor aumenta quando falamos apenas do canal online, onde as compras devem crescer 14,1%.

Neste gráfico do Statista basearam-se nos mesmos dados da Adobe para ilustrar a evolução da ciber-semana nos EUA.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram