O Natal é um momento chave do consumo. Todas as marcas quebram a cabeça para mostrar os seus produtos o mais atraentes possível e assim aumentar as vendas e os seguidores. No meio deste turbilhão de compras, surgem os novos compradores, os jovens da Geração Z.

Nascidos entre 1994 e 2009, os jovens Zs digitalizaram completamente a sua forma de comunicar e de se relacionar – Whatsapp, Instagram, YouTube, Facebook, Twitter, Snapchat… – e usam a internet e as redes sociais como um portal para o mundo através do qual tomam decisões, fazem compras e aprendem. Os Blogs, os influencers e a opinião dos amigos influenciam decisivamente, por isso as marcas devem adaptar as suas estratégias de venda aos hábitos de compra do consumidor Z, um importante grupo demográfico.

1.Preço. Os Young Zs não se preocupam tanto com a qualidade como com a oferta de um produto à sua escolha a um preço acessível.

2.A imediatez é o lema deles. Os seus padrões de consumo são bastante impulsivos e efémeros. Depois do preço, o aspeto que mais valorizam é a capacidade das marcas de lhes dar respostas imediatas. Habituados a que as multinacionais GAFA (Google, Apple, Facebook e Amazon) satisfaçam as suas exigências de forma rápida e eficiente, exigem o mesmo de outras empresas e marcas.

3.Os Z’s são marquistas. 32% dizem que consomem marcas por prazer ou que confiam nelas e 41% são leais apenas a certas marcas dependendo do produto. No entanto, esta fidelidade passa por diferentes padrões de consumo.

4. Marcas humanas. Reputação e ser uma empresa que respeita o meio ambiente também são fatores chave.

5. Compra omnicanal e de tela múltipla. Os Z’s são mais visuais do que as gerações anteriores, por isso é importante comunicar visualmente, em múltiplos ecrãs e com mensagens curtas.

Estas e muitas outras conclusões foram recolhidas no estudo Geração Z: O Dilema, uma pesquisa pioneira realizada pela ATREVIA e pela Escola de Negócios Deusto que analisa em profundidade os hábitos e comportamentos do salto de última geração.  Para ampliar todo esse conhecimento, as duas entidades publicaram o livro ‘Geração Z, tudo o que necessitas saber sobre os jovens que deixaram os millenialls velhos”, já disponível na Amazon.

Núria Vilanova, fundadora e presidente da ATREVIA Espanha e Iñaki Ortega, doutor em Economia e diretor da Deusto Business School, são os autores do livro, que contou com a colaboração de Dolors Montserrat, Ministra da Saúde, Serviços Sociais e Igualdade, e Antonio Huertas, presidente da Mapfre.

 

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram