Amazon chega à Polónia com o seu maior lançamento

2 de março, mais um dia a marcar na história da Amazon. Dia em que a empresa conquista um novo país, neste caso: a Polónia. Foi um dos países onde demorou mais a chegar, apesar de já estar no país com centros logísticos desde 2014.

O mercado foi lançado com mais de setenta mil vendedores de países ao redor do mundo, o seu maior lançamento até agora. Com este novo país, a Amazon já opera em 8 países europeus (Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Espanha, Suécia, Holanda e Turquia), que inclui as maiores economias da Europa.

A Polónia é o 19º mercado global da Amazon, o primeiro a ser lançado pela empresa em 2021. Alguns dos seus lançamentos no último ano foram na Suécia e nos Países Baixos.

Os polacos encontraram a ausência de membros Prime, embora esta estratégia já seja comum na empresa americana. Primeiro lança o marketplace e depois introduz gradualmente novos serviços para atrair os consumidores.

A maioria dos vendedores não são locais, mas são de outros países como a China, Alemanha, Reino Unido, Itália, Espanha e França. O que fizeram foi permitir métodos de pagamento locais como Przelewy24 e BLIK.

Contra quem vai competir na Polónia?

A empresa que atrai mais de 200 milhões de visitas mensais no mercado polaco é a marca Allegro. Um marketplace onde se pode encontrar todo o tipo de produtos e que beneficiou com a entrada da Amazon no país, uma vez que as suas ações subiram 2%; notícias muito positivas para a empresa que este ano sofreu uma queda de 22%.

De acordo com o Business Insider Polaco, a entrada da Amazon irá mudar todo o mercado do comércio eletrónico no país. Embora isto não seja uma novidade, porque é o que acontece quando um grande player entra num mercado que ainda não foi “explorado”.

Noutro meio de comunicação social polaco criticam a falta de anúncios e de publicidade da Amazon para divulgar a notícia: “Completamente silenciosos, sem anúncios, sem exageros e sem campanha publicitária”. Criticam também outros aspetos como a falta de variedade de produtos em algumas categorias ou que nem toda a informação está na sua língua materna.

Apesar de ser um dos líderes mundiais no setor dos Marketplaces, a Amazon deixa muito a desejar, porque se limita a lançar noutros países um website traduzido.

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER

INSCREVA-SE
Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório
Email: *
Língua: English (English) Português (Portugese) Español (Spanish) *
Nome: *
Empresa: *
Cargo:
Sector:
Aceito receber a newsletter e as comunicações da Ecommerce News de acordo com a Política de Privacidade:
Aceito receber comunicações comerciais:
GDPR logdate ok:
Please don't insert text in the box below!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

PODE GOSTAR

POSTS MAIS RECENTES

Pode interessar-lhe

JUNTA-SE A NÓS?

POSTS MAIS COMENTADOS

Scroll to Top