Um estudo feito sobre o comércio eletrónico na Alemanha, mostrou que uma em cada quatro empresas só envia um e-mail após o checkout, um valor problemático os tempos atuais.

Esta foi uma das conclusões do estudo – E-Commerce Shipping Study 2020 – da ParcelLab, que analisou os serviços de expedição de 100 das maiores lojas online na Alemanha.


Os investigadores voltaram a realizar encomendas-teste as empresas (o primeiro teste foi em 2018) e concluíram que 9/11 retalhistas não comunicam com os clientes depois de terem feito a encomenda e 1/4 continua a deixar de comunicar após o e-mail de confirmação.

Os clientes esperam em vão

Sem a comunicação por parte das empresas, os clientes não sabem o estado atual da encomenda, onde se encontra, quando será entregue ou quando podem ir buscá-la.

O ParcelLab reforça que esta informação é importante, principalmente devido à pandemia, em que os prazos de entrega foram mais longos. «Os prazos de entrega vão de três a quatro dias, a várias semanas em alguns casos. E esta é uma questão ainda maior quando as páginas de produtos não estão a exibir estes atrasos».

O link de rastreio é uma solução para esta questão, pois permite aos clientes acompanhar o estado da sua encomenda, ao serem direcionados de volta para o site de retalho . «O ideal seria que o link de rastreio de encomendas conduzisse de volta à própria loja de retalho. É aqui que os retalhistas podem explicar aos seus clientes nas suas próprias palavras, e de uma forma compreensível, o estado atual da encomenda«.

Apenas 30 retalhistas tinham disponível o link rastreio de encomendas na sua própria loja online.

Por fim, os estudo ainda refere outros pontos a melhorar, como permitir aos seus clientes escolher entre diferentes fornecedores de logística e determinação de uma data de entrega específica.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram