A Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC) avança que a Google está a tomar precauções para evitar que os developers desrespeitem as regras da Play Store. Entre as regras, a mais desrespeitada é a realização do pagamento de comissão de 30% sobre as taxas de subscrição e/ou pagamentos feitos através das apps da Play Store.

Deste modo, a Google criou um novo sistema de pagamentos. Os developers que tivessem uma aplicação disponível na Play Store tiveram de migrar a sua app para o novo sistema até ao final do mês de setembro de 2020.


Quem é que não cumpriu com a regra dos 30%?

A regra das comissões de 30% existe há bastante tempo e a Google afirma que 97% dos developers usam o seu sistema de pagamentos.

Porém, existe aquele 3% que constitui um problema e esse problema é precisamente composto pelos gigantes como a Netflix, HBO, Spotify, a Match e a Epic Games.

Estes developers têm conseguido evitar a regra dos 30%, conseguindo receber os pagamentos dos utilizadores diretamente, sem passar pelo sistema da Google.

No caso específico da Epic Games, a situação deu origem à expulsão do Fortnite das lojas digitais tanto da Google como da Apple.

Numa publicação do blog para developers de Android, Sameer Samat, vice-presidente do departamento de gestão de produto da Google, afirma que a Google pretende ser mais transparente nas suas políticas de pagamentos.

Estabelecida a data como 30 de setembro, a Google anunciou a migração dos developers para o novo sistema, data que coincidiu com o lançamento do Android12. Coincidência ou não? A Google avança ainda que com a próxima versão do seu sistema operativo será mais fácil instalar apps provenientes de outras lojas digitais.

Mantenha-se informado das notícias mais relevantes em nosso canal Telegram